quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

EPI - CAPACETE IDEAL

QUAL O CAPACETE IDEAL?


Aos praticantes do Mountain Bike e Cicloturismo é que dirijo está pergunta: qual o capacete ideal?

Sabe aquele pensamento que: "comigo não acontece". Pois é! Já pensei assim. Mesmo vendo tombos feios com outros ciclistas. Não acreditava que uma dia tria minha experiência.. Até acontecer. Você que esta lendo este texto pode ter a mesma crença que um dia me iludia. Mesmo tendo o maior cuidado, pode acontecer de cai com a bike até parada. Uma amiga estava parada e caiu sobre o ombro é fraturou a ponta do Úmero. 

Os mais experientes ciclistas já tiveram que cheirar ou beijar o chão ou os dois ao mesmo tempo. Aí me vêm outra pergunta sobre cirurgias reconstrutivas: quanto custa o Úmero, Nariz, maxilar, dentes, vértebras etc.. Quem já passou por uma delas vai saber muito bem do que estou falando. Como é vasto esse assunto. Abordarei sobre qual é o capacete que devemos usar. 

Existe uma cultura que saiu do Speed e foi para o MTB. E o modismo não deixou a galera refletir. Todos sem exceção usam para a prática do MTB e Cicloturismo o capacete aberto. E top, lindo e fica bem nas fotos. É o certo? Se você estivesse a oportunidade de escolher o capacete ideal, acho que mesmo assim, escolheria o errado. É simples o motivo: você se sentiria ridículo em relação ao grupo, aparecendo com seu capacete fechado. Mas o resultado após um tombo frontal, em que o rosto, nariz e boca batem contra o solo, terá resultado diferentes para quem usa capacete Aberto ou Fechado.

As imagens a seguir são ilustrativas.


















Não quero levantar uma polêmica e sim o debate para um pensamento maior. 

São poucas as pessoas que conhecemos ou já ouvimos falar que caíram e tiveram fraturas faciais. Mas se somar todos os dados relativos ao esporte, veremos que os números são alarmantes. E a diferença entre o acidente facial grave, gravíssimo e o leve, esta no uso do equipamento de proteção certo.

O capacete fechado faz a diferença.

Saiba mais sobre o capacete ideal, simplesmente observando onde os ciclista tem mais sofrido lesões ou fraturas ao caírem e baterem o rosto no solo. E faz sua escolha de seguir a moda ou fazer o certo.




Por Pimenta

Praticante do MTB e Cicloturismo.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

CAMISA 2017 / 2020



SUPER CAMISA DE CICLISMO

Lançamento da nova camisa de Ciclismo Trilhas Mocambex modelo especial, edição limitada 2017/ 2020. Com lindo design.  Super tecido Dry Full, UV 50%, de alta resistência, antibactericida. Esfriando no calor e esquentando no frio.

Essa camisa foi pensada para dar mais visibilidade ao ciclista durante as trilhas e trechos urbanos._
*LEMBRE-SE: Todo valor arrecadado da venda será doado a um abrigo de crianças vítimas de violência sexual e abandono.

*Escolha se tamanhos:

PP, P, M, G, R$ 80,00 cada.*

Obs.: Após o deposito enviar foto do deposito com número. Confirmado a entrada em conta. Liberaremos a camisa para que possa retirá-la, ou se desejar enviaremos via correios + mais custas é do comprador.

Deposito: Caixa Econômica Federal

Conta poupança 00005562-0

Razão 013

Agência 3642


Hilton Pimenta

Contato: +55 (Brasil) 62 (Goiás) 98200-5633

quarta-feira, 22 de março de 2017

Cachoeira Perdida

A Turma do Soul Trekking visitou o rancho do Pimenta. Fizeram trilha de 10km. Turma animada. Parabéns!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

VENHA CONHECER UMA MINI CIDADE

Procura um lugar com escola, comércio, posto de saúde, bar, lanchonete, igrejas, posto de combustível, pesque e pague uma linda pracinha e briquedos, com tranquilidade e sossego. Venha conhecer e morar no Distrito de Mocambinho. Tenho lotes a partir de 55,00 metro quadrado à vista.
78km de Goiânia, 36 km de Anápolis 22km de Silvânia. Particular: zap 62 9 8200 5633 Pimenta



quinta-feira, 13 de outubro de 2016

TRILHA DA CACHOEIRA PERDIDA.

Trilhas para iniciantes com diferentes configurações,  podendo variar de 4km até 20 de acordo com a preferência dos trekking. Trilhas virgens, sem trieiros. Com frutos do Cerrado. Acampamentos no mato. E se desejarem: temos curso de sobrevivência e de  orientação no mato.
Whatsapp (62) 98200-5733 Pimenta.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

*II ENCONTRO DE JOGADORES DE PAINTBALL.*

*II ENCONTRO DE JOGADORES DE PAINTBALL.*
*ORGANIZAÇAO: ** SAVAGE - Clube Paulista  de Paintball *
      *EM SETEMBRO 2016*
        
✔INFORMATIVO ✔*
Todos os participantes maiores de 18 anos e menores acima de 12 anos( este últimos acompanhado de um responsável), deverão ífazer suas inscrições e pagar uma taxa. Que dará direito de usar: 1 marcador, 1 cilindro de gás  CO2, 1 colete, 1 óculos. E 100 bolinha para iniciar o jogo. As recargas de bolinhas e gás serão pagas a parte.
*▫Data:* 24/09/2016
*▫Local:* *GAMELEIRA DE GOIÁS*  Nas Cachoeiras.             *▫Concentração a partir:* 9:00
*▫Jogo:* Com regras fortes de segurança.
*▫Formação de equipes de jogo no local:*
*▫Níveis:* iniciantes e veteranos.
*▫ABERTURA:* Curso de introdução das regras do jogo e normas de segurança do Campo de Paintball.
*RECOMENDADO PARA INICIANTE QUE GOSTE DE EMOÇÃO*
** *Observações:* **
✅VETERANOS-Atentar-se para manutenção de seus marcadores e equipamentos de segurança.
✅- Teremos lanche e almoço a parte.
✅-É indispensável o respeito às regras.
✅-São Equipamentos de segurança principais: óculos, colete, ✔
✅-São Equipamentos de segurança secundários: capacete tático, luva tática, macacão, joelheiras e cotoveleiras, ✔
✅-Caso esteja chovendo o jogo NÃO será cancelado. Salvo de for tempestade
     
*Vamos Curtir o jogo com muita  Saúde e adrenalina*
*Confirme seu Nome na Lista, e Cole no grupo de acordo com sua experiência* *E MANDE DE VOLTA PARA O PIMENTA.*

INSTRUTORES

terça-feira, 12 de julho de 2016

Regras do Paintball Tático.

Regras Básicas para Paintball.

NO CAMPO CERRADO-CC, SE PRATICA UMA MODALIDADE ONDE A SIMULAÇÃO DE COMBATES – PARA FINS DE ENTRETENIMENTO – EM CENÁRIOS E TEMATICAS (MILITARES E/ OU TÁTICA URBANA) É O QUE DESEJAMOS – O PAINTBALL TÁTICO é o que praticamos.

Para o melhor dia de lazer e esporte devemos cumprir algumas regras a seguir:

 

CÓDIGO DE CONDUTA

Como se não fosse uma regra para toda vida, um jogador de Paintball Tático deve ser um exemplo de esportividade, honestidade e integridade na prática do paintball. Fair Play (Jogo limpo) é atitude fundamental e obrigatória no esporte, que não aceita e nem tolera desonestidade e falta de esportividade.

Nós não toleramos quando o jogador se limpa ao ser atingido pela paintball, trapaças e atitudes antidesportivas, agressões verbais, físicas ou psicológicas.

Como jogador de Paintball Tático do CC, devemos sempre dar o nosso melhor para mostrar uma imagem positiva da nossa modalidade e esporte, devemos sempre tratar todos os jogadores, membros e não membros, com respeito, paciência e tranquilidade. Devemos sempre dar as boas-vindas aos novos jogadores e estarmos prontos para ajudar e orientar no que for preciso.

Os novos jogadores são o futuro deste esporte e modalidade, lembre-se disso. Em um jogo, cada jogador tem um papel a cumprir e deverá se esforçar ao máximo para cumpri-lo com eficiência, focando sempre na sua missão, seja ela qual for.

Na maioria das vezes um jogador faz parte de uma equipe e a união e trabalho em grupo serão imprescindíveis para o cumprimento das missões e consequente vitória.

Jogar seguindo as regras, trabalho em grupo, deslocamento com segurança e técnica, aprender e evoluir com nossas experiências, compartilhar ideias, ajudar na evolução da equipe e novatos, respeito e humildade, essa é nossa essência e no final, não importa se ganha ou perde, nosso objetivo é a diversão e amizade.

Jogar de uma forma justa, pensando sempre na segurança de todos os envolvidos é obrigatório.

É expressamente proibido o uso de drogas ou consumir bebidas alcoólicas nas dependências dos jogos; pessoas sob o efeito de álcool, drogas ou qualquer outra substância estimulante ou depressiva que cause alteração comportamental, serão impedidas de participar de qualquer atividade relativa ao paintball no CC, bem como de permanecer nas dependências do campo.

Como todo e qualquer esporte radical, é de fundamental importância comunicar ao seu médico a prática desta atividade por se tratar de um esporte onde o atleta, além de exercitar todos os grupos musculares, pode sofrer a influência de alterações abruptas de temperatura ambiente, como frio ou calor exaustivo. Isso pode eventualmente levar o atleta a ocorrer fadiga muscular, cansaço, falta de ar, sobrecarga do sistema circulatório, consequentemente desidratação e perda de sais minerais, devido ao esforço físico empenhado na atividade. Isso requer um importante acompanhamento médico e um bom nutricionista.

Cada participante é responsável pelo seu lixo produzido! Deve entregar o local limpo, sem sujidades. As marcas dos tiros, tal como, o recheio da bolinha e a casca, são produzidas com material biodegradável. Recomendamos para limpeza de máscaras e acessórios, usarem retalhos tecidos, flanelas e/ou toalhas no lugar do papel higiênico.

REGRAS NO JOGO TÁTICO.

BRAÇOS: ao ser tingido em qualquer parte dos braços, deverá chamar o médico da equipe,  após o mesmo colocar o pano vermelho onde foi atingido, poderá continuar no jogo, sem usar o braço atingido. Simulando a realidade.

PERNAS: ao tingido em qualquer parte das pernas, deverá chamar o médico da equipe,  após o mesmo colocar o pano vermelho onde foi atingido, poderá continuar no jogo, sem usar a perna atingida. Simulando a realidade.

MORTO: o jogador é morto quando é
tingido em qualquer parte do TÓRAX e/ou CABEÇA.  O jogador deverá grita alto: "MORTO, MORTO,MORTO", com os braços levantados e com o marcador pra cima sair do jogo.

MORTO (jogo rápido): o jogador é morto quando é
tingido em qualquer parte do corpo e se acabar o gás do cilindro e/ou munição. Em qualquer uma das situações o jogador deverá grita alto: "MORTO, MORTO,MORTO", com os braços levantados e com o marcador pra cima sair do jogo.

RETORNO AO JOGO: o jogador pode retorna ao jogo quando scabar o gás do cilindro e/ou munição. Em qualquer uma das situações o jogador deverá grita alto: "RECARGA, RECARGA , RECARGA ", com os braços levantados e com o marcador pra cima deve sair do campo. Após fazer a recarga, volta ao ponto de partida (onde o jogo começou).

HONESTIDADE: a honestidade é fundamental aos participantes para saberem quando forem atingidos.

No combate tático:
JUIZ: Cada equipe terá um juiz para observar o comprimento das regras.
MÉDICO: cada equipe designa um membro pra fazer a vez de médico.

COLETES: OS JUÍZES E OS MÉDICOS usaram colete de cores a diferencia-los dos demais jogadores.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

PAINTBALL CERRADO

CAMPO CERRADO DE PAINTBALL
EQUIPES - Iniciantes:  LOBO GUARÁ - Veteranos: CAVEIRAS.
Local: MOCAMBINHO.

Vamos Jogar Pintball. Campo de treino e campo de jogo. Traga seus marcadores e equipamentos de segurança. E vamos jogar no meio do cerrado e matas. Simulando a realidade. 
Regra: somente para maiores de 18 anos. Todos os participantes devem apresentar certidões de bons antecedentes. 

Preços:
Recargas de cilindros e bolinhas a vontade. 
Joga quantas pessoas quiserem, desde que tenha seus próprios marcadores e equipamentos de segurança. 
Não cobramos entradas.

Não a tempo limite máximo e nem número de pessoas mínimo para jogar. 
A recarga do botijão grande principal de gás e as bolinhas, será ratiada por todos os participantes. 

Para participar o jogador precisar ter:
Capacete
Máscara de proteção
Colete
Calça militar
Blusa manga comprida militar
Cuturno militar
Luvas
Lanterna
Mira
Cilindro
Porta bolinha

* Atenção: apresentar atestado que afirme não ter alergia a picada de insetos.

Whstsapp 62-98200-5633. Pimenta
Curso de Sobrevivência
Curso tatático
Instrutores de São Paulo, Capital. 
Curso de defesa
Curso de ataque
Curso de planejamento de trabalho em equipa 

quarta-feira, 25 de maio de 2016

SEGURANÇA TOTAL.

Para quem não tem tempo e quer pedalar. O Autodrmo de Goiânia é uma ótima opção. Lá você pratica seu esporte. Faz amizade e fica por dentro do que esta acontecendo nas trilhas e eventos.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

COMO PEDALAR MELHOR E CORRETAMENTE.

Como pedalar melhor e corretamente.
 
A bicicleta, exatamente como a conhecemos hoje, existe a mais de um século. Desde sempre houve competições. Nelas foi desenvolvida uma técnica refinada de pedalar que basicamente é formada por: encontrar a bicicleta ideal para cada ciclista; tirar o melhor proveito do corpo; e pensar o pedalar de maneira correta.
Pedalar é simples e qualquer um consegue, mas quem aprende e respeita a "cultura da bicicleta" descobre que pedalar bem é uma arte. É mais que um simples equilibrar-se enquanto gira os pedais. São inúmeras técnicas refinadas, a maioria fácil de aprender, outras nem tanto. Fazem uma grande diferença nos diversos usos da bicicleta, seja meio de locomoção, lazer ou esporte.

Pedalar melhor é ir mais rápido, com menos esforço, quase zerando a possibilidade de sofrer um acidente. É entender a bicicleta, a rua, a cidade, o meio ambiente, a si mesmo, o desenvolvimento, enfim a vida de maneira diferente, mais equilibrada, mais sadia, mais fácil.
Refinamento sempre nos mostra melhores caminhos e com o pedalar melhor não é diferente.

Encontrar a bicicleta ideal para o ciclista normalmente é complicado. Há muitas opções. A vantagem de quem está começando é que as exigências do novato são menores, menos detalhadas. Mas nem por isto precisam ser erradas ou impróprias. Com um pouco de informação e paciência é possível comprar a primeira bicicleta sem cometer grandes erros. Veja nosso capítulo "que bicicleta comprar" e muitas dúvidas serão respondidas.

O ideal é que bicicleta e ciclista se transformem num conjunto uniforme e harmônico. Para isto deve-se levar em consideração o tipo físico e perfil psicológico do ciclista, e o uso que será dado à bicicleta.

Infelizmente no Brasil a maioria das bicicletas é fabricada em tamanho único; normalmente o 19', mais apropriado para homens que tem estatura em torno de 1,75m. Se você for muito mais alto, baixo ou for do sexo feminino, terá problemas para encontrar um quadro apropriado. Portanto, para começar bem, talvez seja necessário gastar um pouco mais do que imagina, mas não se arrependerá.

Tirar o melhor proveito do corpo ao pedalar está relacionado à postura do ciclista na bicicleta, a técnica de condução e a correção de pequenos vícios.
É um processo de auto-conhecimento e auto-respeito.

Pensar o pedalar de maneira correta é tudo para o ciclista, não importa se ele esteja passeando num parque com a família ou competindo. Quanto mais corretamente o ciclista estiver pensando o pedalar, menor será o esforço.

Sem uma bicicleta apropriada para o tipo físico do ciclista é impossível pedalar de maneira correta. Esta questão é absolutamente básica e essencial para o bem-estar e segurança de quem pedala.

conduzindo uma bicicleta

 
Calibrar os pneus, sair e depois de uma boa pedalada voltar para casa sem dores. A sensação é ótima.
Encaixe o corpo na bicicleta:

1. tamanho e geometria ideal para o tipo físico do ciclista

2. bicicleta corretamente regulada para o corpo do ciclista

3. o corpo deve estar confortavelmente acomodado e relaxado

4. o pé deve apoiar no pedal com o eixo passando pela linha entre seu joanete e dedo mínimo

5. segure com firmeza o guidão, sem travar os braços

6. ajuste o curso do manete e mantenha sempre os indicadores sobre os manetes

O pedalar básico; cadência:

1. pedale mantendo a sola do pé paralela ao chão. Não deixe o calcanhar cair.

2. mantenha um giro de pedal de pelo menos 60 voltas por minuto (uma volta completa do pedal por segundo). Evite pedalar abaixo deste giro.

3. pedalar com marcha pesada é prejudicial à saúde

4. havendo marchas, tente manter sua cadência (velocidade média do giro das pernas) o mais uniforme possível. Quanto mais regular a cadência, menor o cansaço.

5. mudando a força ou cadência, mude de marcha.

6. deve-se manter ou aproveitar a inércia da bicicleta com o mínimo esforço possível

7. nas bicicletas sem marchas acelere lentamente

8. pedalar em pé nos pedais só com um giro próximo a 40 voltas por minuto.

A bicicleta em movimento:

1. bicicleta devagar e ciclista desligado é a equação perfeita para um tombo

2. quanto mais relaxado o corpo estiver ao pedalar, menor a possibilidade de tombo (relaxado não é desligado!)

3. ciclismo é arte da suavidade: quanto mais suave, melhor a bicicleta mantém o equilíbrio e a inércia

4. mesmo numa emergência não brigue com a bicicleta: corrija-a com delicadeza e sem medo de cair

5. olhe sempre para onde você quer ir: a trajetória da bicicleta acompanha o olhar.

6. não fique sempre sentado no selim: use pernas e braços como amortecedores, mesmo que a bicicleta tenha suspensão

7. bicicleta é uma máquina inercial, portanto aprenda a tirar proveito da velocidade

Freando:

1. o bom ciclista usa o mínimo possível os freios. Ele antecipa todas as suas reações e aproveita melhor a sua inércia

2. na freada forte, apóie seu peso nos pedais, com um pé para frente e outro para trás, deslocando um pouco para trás o corpo.

3. freie sempre com os dois freios: quem pára a bicicleta é o freio dianteiro.

4. freie com antecedência; principalmente quando for fazer uma curva

5. mantenha-se atento e procure o melhor caminho para o momento
 
usando as marchas
 
Sobre marchas e relação de marchas:
Quantas marchas têm a bicicleta? 21 marchas = 7x3; portanto ela tem 7 velocidades atrás e 3 na frente. O que isto importa? Depende, mas geralmente muito pouco. Importante é que a relação de marchas (ou relação de velocidades) seja apropriada para o uso à que se destina e que o ciclista saiba como usá-las corretamente.

Quanto mais marchas melhor? Não necessariamente. É óbvio que, quanto maior o número de marchas, mais opções de velocidades o ciclista tem. Mas a grande maioria, incluindo aí alguns profissionais, não sabe usar bem as marchas e sua relação. Relembrando: o importante é uma relação de marchas para o uso que se destina, e não o número de marchas.

Uma boa relação de marchas está diretamente ligada a quem é o ciclista e onde ele irá pedalar. Ter 21 marchas num local plano não faz sentido porque as primeiras marchas, as mais reduzidas, servem para subir montanhas. Outro exemplo: uma pessoa não esportista passeando em local acidentado, necessita de uma relação que suavize muito as subidas, o que não é necessário para quem está treinado.

Atenção: para quase todas as bicicletas com câmbio vendidas no Brasil: as mudanças de marchas devem ser feitas sempre pedalando.
 
usando o câmbio
 
Acionadores manuais de câmbio:
1. mão direita para o câmbio traseiro, mão esquerda para câmbio dianteiro

2. quanto maior o número no indicador do acionador de câmbio, mais duro de pedalar fica, mais veloz a bicicleta vai

3. nos acionadores de câmbio que tem duas alavancas: a maior serve para amolecer o pedalar, a menor endurece o pedalar

Para quem não sabe mudar as marchas:

1. aprenda usando só o câmbio traseiro (mão direita)

2. esqueça o câmbio dianteiro por enquanto (mão esquerda)

3. só acione o câmbio pedalando!

4. não olhe para os números do acionador

5. sempre pedalando, brinque com o acionador para sentir a diferença

6. descubra o que acontece com as pernas cada vez que é acionado o câmbio

7. mude uma marcha por vez e descubra quando fica mais cômodo pedalar

O segredo é manter a velocidade média de giro da perna (cadência) o mais constante possível, mudando as marchas conforme a necessidade, exatamente como no uso do câmbio do carro.
Suas pernas são o motor e há um momento correto para mudar as marchas: entre o girando demais e o forçando muito.
No carro você não fica olhando para a alavanca de câmbio e pensando a cada vez que vai engatar uma marcha, então não faça isto na bicicleta.
Automatize sua reação.

Não importa em que marcha está, nem o número que aparece no visor, nem qual você acredita ser a marcha ideal para aquele trecho.
O que importa, e interessa de verdade, é quem deve comandar as marchas: são suas pernas. Elas é que vão dizer se a pedalada deve ser mais pesada ou mais leve.

Câmbio traseiro:

1. aprenda a sentir as mudanças de seu ritmo de pedalada causadas pelas mudanças de inclinação ou vento do trajeto.

2. tente manter o pedalar entre 60 e 90 voltas por minuto (cadência)

3. quanto mais constante melhor, portanto, sempre que necessário, use o câmbio.

4. muda-se a marcha pedalando, de preferência diminuindo a força no pedal no exato momento da troca de marcha

5. câmbio traseiro aceita algum desaforo, mas seja sempre bem educado com ele

6. no começo é chato, depois fica automático.

Fonte: http://www.escoladebicicleta.com.br/melhor.html

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Projeto PETI BIKE MOCAMBEX

Tem sido uns grandes parceiros na realização do PETIB as famílias dos participantes e os diversos colaboradores. Temos ajudado a proporcionar as crianças e adolescentesa: ter respeito pela natureza, a família, as pessoas, e à se mesmo, disciplina. Ensinamos a gostarem de ler. Brincar e ter responsabilidades. Para termos no futuro cidadãos conscientes.
Ajudar de uma forma prazerosa, pedalando é uma saída que pensamos. 

Nos ajude a ajudar esses jovens.
Pode ser de qualquer forma.
Buscamos onde tiver uma doação.
O grupo começou com 7. Hoje temos uma demanda de 25. Só falta as bicicletas e alguns capacetes. 

Tudo começou com elas pedindo para pedalar conosco. A ideia foi amadurecendo e o coração amolecendo. Um dia resolvemos fazer um teste. Deu certo. A turminha, com autorização dos pais, foi e fez bonito. Foram os primeiros 15 km. É a coisa toda foi crescendo, e acabou virando um projeto de erradicação do trabalho infantil via bicicleta - PETIB, mais conhecido como Mocambex JR. Que faz os encontros todos os Domingos as 8h.

Sei que esse projeto vai incomodar muitas pessoas. Mas somente as pessoas que não fazem nada pelas outras, que só sabem perseguir que se sentiram incomodadas.

 Acreditamos que no fututo as forças políticas e os políticos abraçaram esta grande causa. Para o bem do Futuro de nossas crianças e adolescentes.

Talvez esse projeto seja só uma gota d`agua, na seca de ações sócio-esportivas. Mais preferimos fazer a diferença na vida dessas e de outras crianças.

Contato: Pimenta 62-8200-5633 WhatSapp

Agradecimentos ao Club Ciclístico Alcatéia, Loja Logos Bike, Loja Performace Bike, Loja SkyBike, aos colaboradores Fabi Duarte de Goiânia, Luciene, Marcos e Fernando.
Pelas doações de bicicletas, camisetas, capacetes e peças.


A turma até hoje já pedalou pelas trilhas do município um total de 270km. 
Escolhemos pelo bom exemplo influência as crianças e os jovens. Primeira reunião do grupo de jovens em Mocambinho.
O grupos de pedais da região tem sido grandes parceiros, na realização dos projetos dessa comunidade.